segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Moinhos de vento

Assim como no passado,
Faço do futuro, um presente próximo
Faço valer à pena,
E me aproximo da mudança
Num intrincado sistema de forças herméticas

Não lhe conto meus segredos
Pois minha loucura é doce, pode te seduzir
Prefiro ser teu sonho perdido
Herói e bandido
Que a qualquer hora se vai,
Mas com a imensa vontade de ficar
E com a saudade que não sai

Prefiro suas mentiras sinceras
Não a verdade dissimulada
Apenas me acompanhe
Não pense, não racionalize, não diga nada

Ou diga besteiras, pense, faça
E sinta-se viva, querida, desejada.
Quando nas asas da loucura,
Eu te levo pela madrugada

Não pense no relógio
Desconstruiremos o tempo
Cavalgaremos dinossauros
Brincaremos ao relento
Olharemos o mar
E por ti lutarei contra moinhos de vento

(João paulo de souza almeida, vulgo john)

18 já divagaram:

Liciane 10 de agosto de 2009 13:56  

Nossa!! Que lindo!!! Adorei esse poema!!
Parabéns!!!

Bjss

Delirium 10 de agosto de 2009 14:22  

Belíssimo poema. Adorei essa incursão pelo fantástico... muitas vezes já quis desconstruir o tempo em toda sua fluidez... afogá-lo na clepsidra ou submetê-lo à inevitável queda da areia na ampulheta... Fantasiar ainda é possível.

Cris 10 de agosto de 2009 14:51  

ou!! Baixou o Cazuza por ai? rs

ficou lindo seu poema John!

deixei um selinho como homenagem ao seu Blog que eu gosto tanto

abraços

Blue 10 de agosto de 2009 15:31  

Bela poesia. Parabéns

Abraços

Rejane Batista 10 de agosto de 2009 17:50  

John! Que bom que apareceu.E que poema lindo! Linda isnpiração... e sabe de uma coisa, os versos são reais, não são histórinhas de um amor fictício ou de pessoas de outro mundo.
Ótimo.
Parabéns.
BjOs e ótima semana.

Beta 10 de agosto de 2009 18:02  

Oi rapaz!!!
Eu que sumi ou vc que não escreve a algum tempo?

Saudade de seus posts!

Bjkas

Alessandro William 10 de agosto de 2009 22:45  

Cara, este poema tá sensacional, parabéns...

Olha já estou seguindo o seu blog e espero que você visite e comente no meu...

até mais, muito legal o poema, baixou o Cazuza, assim como Cris disse

Menina Robô 11 de agosto de 2009 01:30  

Pra mim este poema é? hihihi =D

Lindo este poema.

Beijos Saudosos!

Ana Strojake 12 de agosto de 2009 16:46  

Nossa, muito bom. Lembrei de Dom Quixote "e por ti luterei contra moinhos de vento".
=*

Alan Salgueiro 16 de agosto de 2009 23:48  

Grande divagação, caro Jonh... o tempo, os moinhos, os segredos e verdades, tudo isso acaba construindo um universo doce de se passear com os olhos. Siga na luta, sejam os obstáculos dragões ou moinhos. Abraço!

Ariana 17 de agosto de 2009 11:50  

Olá, vulgo John, rsrsrs...
Lindos versos...
Desconstruir o tempo é a nossa vontade de vez em quando, especialmente quando estamos extasiados de felicidade.

Beijos e boa semana pra ti!

Mell Araújo 17 de agosto de 2009 13:22  

"vulgo John",

adorei!!!! rs

doces palavras, como o doce amor!

bjo, negão!

Lee C. 17 de agosto de 2009 21:36  

gostei do final, ficou meio dom quixote ^^

Beta 18 de agosto de 2009 20:11  

Oi Jonh! To sentindo sua falta cara!!!

Bj

flávia 19 de agosto de 2009 10:08  

Lindo,John,

Você não racionaliza suas emoções,é generoso em suas sensações.
beijos,

Rejane Batista 20 de agosto de 2009 00:07  

Oba! Adorei a sua visita! Que bom que apareceu!
BjOs e ótima noite!

Helô Müller 3 de setembro de 2009 20:12  

Oh meu Dom Quixote !!! rs
Olha que eu vou, hein ?! rs
Simplesmente demais a sua prosa, amei!
Parabéns por mais este talento...
Agora eu já sei que João Paulo is you !!rs
Beijos meus!
Helô

Selos recebidos


Selos recebidos de Viviane do blog:

Gestão com pessoas




Regras do Selo Literatura e Arte

1) Dizer 8 características sua.

2) Convidar 8 amigos e avisá-los

3) Mencionar as regras

Respostas:

1-Preciso/2-Passional/3-Honrado/4- Detalhista/5-Educado/6-Decidido/7-Amigo Fiel/8-Humanitário





Regras do Selo Sonhei com esse blog.

REGRAS DESSE SELO:

1) Escrever 4 sonhos impossiveis ou não, que você tenha.

2) Indicar 4 blogs que quiser

3) Linkar quem te mandou o selo

Respostas:

Viajar para a Itália

Ter uma Blazer

Tornar-me um grande escritor

Publicar meu livro

Blog Archive

About This Blog

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP