domingo, 3 de maio de 2009

CORAÇÃO COM TINTA E PAPEL - Inimigo Oculto

minha alma sombria que se esconde na noite
meu sabotador interior que se deleita do meu ego
meu algoz eterno que se fortalece em meus medos
quem é você?
que assola ao meio-dia e assombra a meia-noite
quem é você?
tentando me dizer que sou fraco e sem esperança
que me diz, que após a tempestade não há bonança
aquele que faz de tudo para que eu seja um nada
e não permite que algo seja o meu tudo
você, que vejo a
me críticar no espelho
você, que faz de mim um novo atlas
ostentando os céus sobre minha alma
meu alter-ego
meu medo
minha insegurança
algo que tem algum valor?
não, você é aquilo que devo superar
meu demônio interior.

Autor: João Paulo de Souza Almeida

1 já divagaram:

Júnior Vondrake,  8 de maio de 2009 10:22  

Falando mais sério agora (não que eu tenha feito chacota no texto anterior, que não fiz).

Li e reli esse texto. Levei para discussão de mesinha de bar, pracinha, e até com uma guria em motel.

O Demônio Interior. O nosso Diabo.

Não sei proque mas irei postar da seguinte maneira:

Na grécia antiga os demonios eram entidades superiores que nem representavam o bem e nem o mal. Eram iluminadas e tinham como "ofício" fazer com que o ser humano encontrasse suas respostas ou por meios claros, ou escusos, ou por "bem" ou por "mau" no sentido de: "Você só encontrará suas respostas seguindo e trilhando seus caminhos, aprendendo com erros e melhorando acertos, ou seja, progredindo mesmo que na bonança ou na desgraça".

Depois veio a figura do Diabo. Diabo ou Diabolus significa divisão, ter dúvidas, questionamento, ou apenas questionar. E é claro, essa tradução, o questionamento pode tanto ser algo ruim (como a pessoa que questiona eternamente por medo e vive estagnada na covardia) como pode ser algo bom (como a pessoa que questiona por coragem e vive no dinamismo errando e acertando).

Logo entendo a frase: "O Diabo não é tão ruim quanto parece".

O Diabo nos faz questionar, e logo ele nos faz ir de encontro a nós mesmos.

Ou você descbre que é um merda, ou um estrume.

O merda é aquele cara que como a nomemclaura diz que fede, fica cheio de mosquitos e não contribui com nada, muito pelo contrário, a pessoa que o cagou se sente aliviada por ter se livrado dele.

O estrume é a pessoa que servirá de algo, poderá ajdar como adubo para que coisas floresçam, terras fiquem bem mais prepradas, ou seja, tirando a parte de também ser usado ele pelo menos produz e ao contrário do merda as pessoas não ficam aliavadas por se livrar dele, muito pelo contrário, elas correm atrás dele e até o comercializam.

Acho que o Diabo e os Demonios ganharam uma conatação ruim ao longo do tempo porque eles cumprem outra função básica dos espelhos:
Nos fazer olhar para nós mesmos, vermos nossas reais imagens e nos questonarmos chegando a conclusões boas ou ruins.

Logo conclui que o demonio interior e o diabo sã realmente nossos inimigos ocultos, nossos adversários, mas que estão lá para serem confrontados serem vencidos ou... nos fazer de subalternos.

Selos recebidos


Selos recebidos de Viviane do blog:

Gestão com pessoas




Regras do Selo Literatura e Arte

1) Dizer 8 características sua.

2) Convidar 8 amigos e avisá-los

3) Mencionar as regras

Respostas:

1-Preciso/2-Passional/3-Honrado/4- Detalhista/5-Educado/6-Decidido/7-Amigo Fiel/8-Humanitário





Regras do Selo Sonhei com esse blog.

REGRAS DESSE SELO:

1) Escrever 4 sonhos impossiveis ou não, que você tenha.

2) Indicar 4 blogs que quiser

3) Linkar quem te mandou o selo

Respostas:

Viajar para a Itália

Ter uma Blazer

Tornar-me um grande escritor

Publicar meu livro

Blog Archive

About This Blog

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP